ver projectos

azevedo

azevedo é um programa de criação artística regenerativa que propõe estabelecer o diálogo entre o território de Azevedo (Campanhã, Porto), comunidades residentes (humanas e mais-que-humanas) e criadores nacionais e internacionais.

azevedo desperta processos de criação coletiva e de participação comunitária, promovendo a ativação de espaços comuns através da intervenção artística.

Neste contexto propõe desenvolver 4 micro-histórias: 
Satélite, Centro Cultural Móvel, Lugar-Comum Parlamento Expandido.

Cada uma, enquanto parte de um assunto mais amplo, será alimentada pelo diálogo entre as comunidades residentes e criadores convidados, numa investigação partilhada e dinamizadora de outras formas culturais identitárias.

#Satélite​

Um programa de residências artísticas que propõe o encontro entre criação e programação, comunidades e espaço público. Tem por objetivo estabelecer um terreno de manifestação cultural, auto representação e participação comunitária.

A primeira residência colocou em diálogo a Pele e o Coletivo Suspeito, materializando-se na construção de 3 módulos nómadas - Oficina, Cozinha, Apresentação - capazes de ocupar e ser ativados em multiplos centros.

#Centro Cultural Móvel

Propõe uma prática transgressora de fronteiras e potencialmente estimuladora de acesso à participação cultural, ocupando o espaço de interdependência entre criação e programação artística e convocando a si rotinas de mobilidade.

Esta micro-história conta com a colaboração de dois núcleos de ação:

O Grupo de Estudo é um coletivo de ação-reflexão que desenvolve propostas de criação artística ancoradas no contexto local, com o propósito de serem apresentadas no autocarro da linha 400, que liga o centro da cidade do Porto a Azevedo. Mensalmente, no dia 26, as propostas são ativadas, propondo disrupções poéticas no quotidiano dos utilizadores desta linha.

A Lovers&Lollypops assume a curadoria de um ciclo musical, a ter lugar no 400, capaz de potenciar o cruzamento entre múltiplas comunidades da cidade, e ensaiar um laboratório de experimentação sobre paisagem.

#Lugar-Comum

Um espaço que propõe criar sinergias entre moradores e criadores convidados. Tem por objetivo inspirar modelos alternativos de vivência coletiva no diálogo entre Tensão, Conflito, Comum e Utopia. Um lugar aberto à experimentação que contribui para afi­rmar uma identidade comum.

#Parlamento Expandido

Um espaço de criação coletiva que cruza linguagens, setores e comunidades.
Assume-se como um ecossistema regenerativo de participação, discussão, convívio e ação. Propõe refletir sobre modelos alternativos de produção, trabalho em rede e capacitação.

EQUIPA

Direção artística: Fernando Almeida e Rodrigo Malvar.
Equipa artística: Carina Moutinho, Janne Schödrer, Sérgio Couto, João Ferreira, João Paulo Lima, Bruno Boaro.
Grupo de estudo # CCM: Inês Carneiro, Simão Rodrigues, Janne Schödrer.
Curadoria #CCM: Lovers&Lollypops.
Construção módulos #Satélite: Coletivo Suspeito.

Direção de produção: Carina Moutinho
Apoio à produção: Bruno Boaro
Avaliação e Monitorização: Lucelina Rosa
Design gráfico: Sérgio Couto
Vídeo: João Ferreira

Parceiros: Câmara Municipal do Porto, Junta de Freguesia de Campanhã, Herdeiros de Serafim Gomes, Fundipor, Argatintas, Amorim Cork Flooring, Lovers&Lollypops, STCP, Lovers&Lollypops, Lipor, Gorvel, Artworks.
Cofinanciamento: República Portuguesa – Cultura / DGArtes; Programa Operacional NORTE 2020, FSE