AS BRAVAS Fanzine

 

Enquadramento

Quem são as nossas “Bravas”? As heroínas da vida real que nos inspiram e que queremos inscrever na nossa história, na nossa memória colectiva.

 

Ao longo dos tempos, têm sido ocultados os relatos das mulheres que contribuíram para as conquistas históricas, políticas e civis. A sua invisibilidade reflete-se não só nos aclamados “grandes nomes que fizeram história” mas também, por exemplo, na estatuária e na toponímia, onde a figura masculina é desde sempre predominante nas estátuas que povoam as praças e nos nomes das ruas e avenidas.

Os espaços de participação das mulheres, seja na esfera pública ou privada, são mais limitados, sobretudo quando cruzados com outras camadas: etnia, orientação sexual, monoparentalidade, saúde mental, pobreza…

É esta invisibilidade enraizada que gostaríamos de contrariar, acrescentando às histórias que se contam sobre o Mundo as histórias das mulheres do nosso dia-a-dia. Mulheres que nos são próximas ou até mulheres que no seu anonimato nos fazem admirá-las.

Juntxs pela desocultação das histórias, das vidas, das lutas travadas no dia-a-dia para resistir, sobreviver e construir colectivamente outras formas de (re) existirmos: Livres e Iguais.

 

 

 

"Ana, a Brava"

 

 

 

 

Ana, a Brava” é a primeira história das Fanzines produzidas no âmbito do projecto ENXOVAL, promovido pela PELE e financiado pelo Iniciativa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian. 

 

Conta um episódio da história de uma mulher, Ana Leite de Vila Chã do Marão / Amarante, que na sua juventude caminhava diariamente “quilómetros e quilómetros” descalça, para recolher a lenha que alimentava os fornos das padarias. 

 

Cada fanzine tem no verso um QRCode que permite aceder a uma biblioteca digital e ouvir a história contada na primeira pessoa.

ficha artística:

direção artística/coordenação: 

Inês Lapa e Maria João Mota

ilustração

Clara Não 

revisão de conteúdos:

Bárbara Santos

Coleção AS BRAVAS

Esta coleção de Fanzines são concebidas pela Clara Não que ilustra as histórias, a partir de um levantamento de imagens e gravações. 

 

Ao longo do decorrer do projeto ENXOVAL, estamos a recolher histórias, não só entre os participantes diretos como através de uma convocatória ao público geral. 

 

Assim, a partir de agora, qualquer pessoa poderá partilhar a história da sua “Brava”, enviando uma gravação áudio por e-mail (pele.associacao@gmail.com) ou whatsapp (+351 915920764), com duração máxima de um minuto e meio. 

 

Esses relatos vão sendo colecionados numa biblioteca digital (Soundcloud), as histórias selecionadas serão ilustradas em formato de Fanzine, distribuídas gratuitamente por vários pontos do país e compiladas enquanto coleção “As Bravas”. 

 

 

PDF para impressão:

Carla, a guardiã do nascimento

Filó,

a cozinheira de afectos:

Somos Mulheres com orgulho
Carregamos as nossas ancestrais
Feitas da mesma matéria
Queremos ser livres e iguais

Reconhecemos a injustiça
Não aceitamos dominação
Queremos ser vistas e representadas
Exigimos o fim da opressão

A todo momento, tentam calar-nos
Mas cá estamos, inteiras e juntas
No sistema machista e patriarcal
Seguimos prontas para as lutas

Chega de tapar o sol com a peneira
Queremos e vamos denunciar
A desigualdade, o abuso, os maus tratos
Não vamos mais silenciar

Mais uma vez unidas estamos
Pois ainda não nos sentimos seguras
Ouvem-se tiros, insultos e ameaças
Não seguimos livres por todas as ruas

No caminho para casa
Queremo-nos sem medo
Chega de sermos alvo fácil
Basta de nos apontarem o dedo
 

Ainda nos olham de cima abaixo
Querem-nos descomplicadas e mansas
Por vezes, falta-nos a coragem
Mas não perdemos as esperanças

Habituamo-nos a ser plurais no masculino
Sem nunca se levantar essa questão:
Se toda a humanidade cabe no feminino
Porque não romper com esse padrão?

Pelo direito aos nossos corpos
Por todas, por mim e por nós
Não somos o elo mais fraco
Queremos espaço, vida e voz

Respeitem as nossas histórias
Criadoras, mães, natureza
Donas dos nossos destinos
Somos semente, sabedoria e beleza

Pela memória das nossas bravas
Honramos todas as heroínas
Pela liberdade de amar como quisermos
Por todas as que virão, ainda meninas

Por isso escutem-nos com atenção
Somos muitas, valentes e plurais
Continuaremos juntas na luta
Até sermos livres e iguais!

Coletivo Ação 8M – PELE

Onde estamos:

Casa d'Artes do Bonfim*

Rua Dr. Carlos Passos nº 37-59

4000-156 Porto

(à Avenida Fernão de Magalhães)

Para correspondência

 

Rua Barão de Forrester, 841

4050-274 - Porto

Contactos

pele.associacao@gmail.com

producao.pele@gmail.com

Call us

+351 91 592 07 64  

Follow us

  • Wix Facebook page
  • YouTube Classic

A PELE é uma estrutura cofinanciada pela República Portuguesa-Cultura / Ministério da Cultura - Direção-Geral das Artes. Desde 2017, é residente na Casa d´Artes do Bonfim ao abrigo do protocolo com a Junta de Freguesia do Bonfim

PELE is an artistic structure funded by the Portuguese Republic - Culture / Ministry of Culture - DGArtes. Since 2017 it is based in Casa d’Artes do Bonfim in partnership with Junta de Freguesia do Bonfim.

© 2013 All rights reserved