A PELE é uma estrutura artística do Porto, criada em 2007, desde a sua génese que aposta na afirmação da arte enquanto espaço privilegiado de diálogo e criação coletiva, norteando os processos de trabalho pelo princípio de colocar os indivíduos e as comunidades no centro da criação, potenciando processos de “empoderamento” individuais e coletivos e procurando o equilíbrio entre ética, estética e eficácia, assumindo a criação artística como uma alavanca para o desenvolvimento comunitário, social e económico, contribuindo para a coesão social e territorial. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Missão

 

- Promoção de projetos artísticos que permitam o desenvolvimento individual, a integração e a afirmação da cidadania, concebendo e produzindo projetos com linguagens distintas em comunidades específicas e contextos de exclusão social usando a Arte como ferramenta de intervenção.

 

- Potenciar a criação, experimentação e inovação artísticas, produzindo novos espetáculos de teatro no contexto das comunidades com as quais colabora; apoiando artistas/estruturas emergentes.

 

- Aumentar as ações de formação junto da população em geral, artistas e técnicos, no sentido de dotar os parceiros do processo criativo de competências técnicas que lhes permitam prosseguir com projetos próprios e autónomos nas respetivas comunidades ou instituições, por via da articulação com parcerias já existentes: Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Faculdade de Psicologia, e Ciências de Educação da Universidade do Porto, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Universidade da Corunha.

 

- Incrementar a consultoria externa a estruturas artísticas, sociais, nas áreas da educação e saúde, com vista ao apoio na elaboração, implementação e avaliação de projetos no âmbito da sua ação.

 

- Criação de uma rede de trabalho, a nível nacional, entre entidades do setor artístico, como companhias de teatro, associações culturais, museus, mas também escolas, universidades, estabelecimentos prisionais, lares de terceira idade, centros de emprego, coletividades e outras instituições, de forma a desenvolver sinergias profundas entre a arte e a sociedade, envolvendo todos os parceiros, enquanto sujeitos, num processo criativo e reflexivo conjunto.

 

- Combater a centralização cultural, levando a arte, não só sob a forma de espetáculos, mas ainda mais significativo como processo de criação, ao seio de contextos naturalmente mais excluídos: Bairros Sociais, Estabelecimentos Prisionais ...

GRUPO DE TEATRO DE SURDOS DO PORTO

Desde 2008 que a PELE e a Associação de Surdos do Porto (ASP), com o desejo partilhado de cimentarem pontes de comunicação entre a Comunidade Surda e Ouvinte, que têm vindo a estabelecer um diálogo através do Teatro – enquanto linguagem universal. Nestes anos de parceria resultaram diferentes produções e a criação e afirmação do Grupo de Teatro de Surdos do Porto. Em 2008 estrearam dois espetáculos: Nascemos da Água e à Água Voltaremos  e Eram Umas Quantas Vezes (este último resultou numa publicação) ambos apresentados no Porto. Em 2011, com o apoio da Direção Geral das Artes, estreou o espetáculo Quase Nada inspirado na obra poética de Eugénio de Andrade. Em 2013 iniciou a criação do Nós inspirado na literatura de Valter Hugo Mãe. 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETOS EM ESTABELECIMENTOS PRISIONAIS

Em 2009 a PELE iniciou um processo de criação no Estabelecimento Prisional do Porto, resultando no espetáculo Entrado que integrou a programação do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro e Artes de Rua de Santa Maria da Feira em 2010. Desejando a continuidade do trabalho em contexto prisional, a PELE integrou o projeto europeu PEETA (Personal Effectiveness and Employability trough the Arts Validação de Competências Pessoais e de Empregabilidade através das Artes), um projeto piloto financiado pelo Programa Leonardo da Vinci desenvolvido em 5 países europeus. Em 2011 assinou o protocolo com a Direção Geral da Reinserção e Serviços Prisionais e Santa Casa da Misericórdia do Porto para a via que viabilizou a realização deste projeto-piloto no Estabelecimento Prisional Especial de Santa Cruz do Bispo do qual resultou o espetáculo Inesquecível Emília. 

PROJETOS COM COMUNIDADES

O Teatro Comunitário é feito para a comunidade, pela comunidade e sobre a comunidade, é um teatro que se define pelos que o integram. Parte da ideia de que todo o ser humano tem potencial criativo, potencial esse que ao ser estimulado gera transformações não só pessoais mas também coletivas.

O teatro oferece-nos um espaço de expressão muito particular, de forma a que cada um se mostre de uma forma espontânea e genuína. Este envolvimento potencia o desatamento individual e coletivo Os processos artísticos co-construídos, partilhados, oferecem uma possibilidade das pessoas reencontrarem a sua narrativa, de a re-escreverem ou até de encontrarem outras formas de linguagens e de assim se tornarem protagonistas nos seus processos de mudança.

 

Norteados por estes princípios a PELE desenvolve de forma continuada desde 2008 projetos com comunidades, destacando-se: Texturas (2009); Projeto LGT_MEXE, (2010/2011); Agosto Azul (2010); Siga a Rusga e Peregrinações (2012); Povoar (2013) e Terra (2013). 

FORMAÇÃO

A PELE disponibiliza dentro do seu âmbito e ação formação aberta a todos os interessados.

A promoção de formação tem permitido trazer a Portugal especialistas reconhecidos nas áreas do Teatro do Oprimido e Teatro Comunitário

 

Alguns formadores com quem tivemos o prazer de trabalhar são: Adrian Jackson, Bárbara Santos, Roberto Mazzini, Alessandra Vanucc e Hugo Cruz.

ENXOVAL

Instalação-Performance

Disponível para circulação

LABORATÓRIO DE ARTE E CIDADANIA

Projeto em Estabelecimentos Prisionais

Programa Cidadãos Ativos/Fundação Calouste Gulbenkian​

#NÃOÉNÃO

Teatro Fórum

Disponível para circulação

ACALANTO

Residência Artística

Disponível para circulação

METO A COLHER

Instalação - Performance sobre Violência Doméstica 

Disponível para circulação

2019

Sons do Jardim

Projeto com Comunidades

Projeto vencedir do Orçamento Colaborativo da Junta de Freguesia do Bonfim em parceria com Associação O Meu Lugar no Mundo, AADID e rede Inducar.

ENXOVAL

Bordado colaborativo

Instalação-Performance

MEXE - Encontro Internacional de Arte e Comunidade

5ª edição

2018

Jardim das Pedras

Projeto com Comunidades

ACALANTO

Residência Artística no Festival Tremor

MEXE_Encontro Internacional de Arte e Comunidade

Extensão Faro

2017

CAL

Projeto com Comunidades

Criação PELE no Projeto Retratos das ilhas: Bonfim para além das fachadas da Rede Inducar

MEXE IV_Encontro Internacional de Arte e Comunidade

2016

ECOAR

Projeto em Estabelecimentos Prisionais

Programa Cidadania Ativa _ Fundação Calouste Gulbenkian​

RETRATO DAS ILHAS

Projetos com Comunidades

Criação PELE no projeto da Rede Inducar
Programa PARTIS _ Fundação Calouste Gulbenkia

2015

ECOAR

Empregabilidade Competências e Arte

SALTA

Projeto em parceria com Plataforma+Emprego com grupo de sem-abrigo

LENDAS DE OLHÃO

Projetos com Comunidades

Co_produção com Casa da Juventude de Olhão

MEXE III_Encontro Internacional de Arte e Comunidade

2014

MAPA

Projetos com Comunidades / AGE_Grupo de Teatro do Oprimido / Auroras_ Grupo de Teatro do Oprimido / Grupo de Teatro Comunitário EMCOMUM de Lordelo do Ouro / Grupo de Teatro Comunitário da Zona Histórica / Grupo de Teatro de Surdos do Porto

TAM...O CAMINHO DO RIO

Projetos com Comunidades

Grupo Teia +/CLDS / Grupo CLAP - Centro Local de Animação e Promoção Rural / Grupo Curso Livre de Teatro / Grupo de Teatro de Gondar e Grupo de Bombos de Rebordelo (projeto Enred'Arte) / Grupo de Cavaquinhos de Freixo de Baixo / Grupo de Ginástica Acrobática da Escola Secundária de Amarante

2013

NÓS

Grupo de Teatro de Surdos do Porto

POVOAR

Grupo de Teatro Comunitário EMCOMUM

de Lordelo do Ouro / Projetos com Comunidades

TERRA

Grupo de Teatro Comunitário de Fermentões /  Projetos com Comunidades

 

MOSTRA DE VÍDEOS DE TEATRO COMUNITÁRIO / TNSJ E TNDM II

 

 

2012

INESQUECÍVEL EMÍLIA 

PETTA / Projetos com Estabelecimentos Prisionais / Projetos Europeus

SIGA A RUSGA

Projetos com Comunidades

PEREGRINAÇÕES

Projetos com Comunidades

 

2011

CAPITAL EUROPEIA

DA CULTURA_GUIMARÃES 2012

Projetos com Comunidades

FÉRIAS NA QUINTA

Projetos com Comunidades

QUASE NADA

Grupo de Teatro de Surdos do Porto

MEXE: I ENCONTRO DE ARTE 

E COMUNIDADE

 

 

2010

LGT_MEXE

Iniciativa Bairros Críticos Lagarteiro / 

Projetos com Comunidades

ENTRADO

Projetos em Estabelecimentos Prisionais

AGOSTO AZUL

Projetos com Comunidades / BEWARE FANATICISM / Projectos Europeus

 

 

2009

NASCEMOS DA ÁGUA E À ÁGUA VOLTAREMOS

Grupo de Teatro de Surdos do Porto

ERAM UMAS QUANTAS VEZES

Grupo de Teatro de Surdos do Porto

LER-TE AO PERTO

Espetáculo Infanto-Juvenil 

METO A COLHER

Instalação / Performance sobre Violência Doméstica / Disponível para itinerância

TEXTURAS

Projetos com Comunidades

 

 

2008

"EUROPACÓLON"

Campanha de Sensibilização

PRETO ÀS CORES

Espetáculo para a Infância

2019

#NÃOÉNÃO

Teatro Fórum - NTO

2018

MAIS NÃO POSSO

Teatro Fórum - AGE

PORTO SENTIDO

Teatro Fórum - NTO Porto

2017

MAIS NÃO POSSO

Teatro Fórum - AGE

PORTO SENTIDO

Teatro Fórum - NTO Porto

2016

MAIS NÃO POSSO

Teatro Fórum - AGE

2015

MAIS NÃO POSSO

Teatro Fórum - AGE

2014

HOJE É DIA DE FESTA!

Grupo de Teatro do Oprimido Auroras

2013

O QUÊ?!

Grupo de Teatro do Oprimido AGE

2012

ESPELHO

Grupo de Teatro do Oprimido AGE

2011

ARCO-ÍRIS DO DESEJO

ADRIAN JACKSON CardBoard Citizens / Reino Unido

TEATRO-FÓRUM – A ESTRUTURAÇÃO

DA PERGUNTA 

BÁRBARA SANTOS Kuringa Berlim e Centro

de Teatro do Oprimido / Rio de Janeiro

RAÍZES E ASAS – SEMINÁRIO TEÓRICO SOBRE TEATRO DO OPRIMIDO

BÁRBARA SANTOS Kuringa Berlim e Centro

de Teatro do Oprimido / Rio de Janeiro

 

 

2010

CURSO DE TEATRO DO OPRIMIDO

HUGO CRUZ Parceria NTO-porto e Faculdade

de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto ( duas edições)

TEATRO FÓRUM E VIOLÊNCIA

ROBERTO MAZZINI Giolli Cooperativa / Itália

CURINGAGEM

ROBERTO MAZZINI Giolli Cooperativa / Itália

LABORATÓRIO MADALENA

ALESSANDRA VANUCC Universidade de Bolonha

 

 

2009

CURSO DE TEATRO DO OPRIMIDO

HUGO CRUZ Parceria NTO-porto e Faculdade

de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto 2008

INICIAÇÃO AO TEATRO DO OPRIMIDO

HUGO CRUZ NTO_Porto

 

Onde estamos

Casa d'Artes do Bonfim

Rua Dr. Carlos Passos nº 59

4000-156 Porto

(à Avenida Fernão de Magalhães)

Para correspondência

 

Rua Barão de Forrester, 841

4050-274 - Porto

Contact

pele.associacao@gmail.com

producao.pele@gmail.com

Call us

+351 91 592 07 64  

Follow us

  • Wix Facebook page
  • YouTube Classic

© 2013 All rights reserved